Thursday, July 29, 2010

“In the dark… For a while now… I can’t stay…”

Ha algumas semanas eu fui a um restaurante chamado "V Temnote" (“No Escuro”, em russo). Eh parte de uma rede mundial de restaurantes criados para estimular os seus sentidos. Voce pode ler mais sobre o conceito da rede aqui.
Como voce deve saber (afinal, voce estah LENDO este texto), a visao eh nosso sentido mais apurado. Eh atraves dele que nos guiamos pelo mundo, fazemos escolhas e avaliamos o mundo ao nosso redor. O que fazer quando essa cachoeira de informacao seca e voce tem que apelar para a audicao, o tato, o olfato e, ao criar coragem, o paladar? A resposta eh: muita coisa. Tudo aquilo que nohs consideramos normal desaparece. Voce nao sabe o que eh que estah no seu prato, como cortar a cominda, se ela estah quente ou fria, se eh uma entrada ou um prato principal e, principalmente, se aquilo que estah na sua mao eh comida ou decoracao da mesa.
A bem da verdade, tirando (em parte) a lambuzeira que eh comer no escuro, comer eh a parte mais simples e trivial do processo. O que o seu corpo experimenta a partir do momento em que voce entra no restaurante eh quase indescritivel. Nao existe sequer luz de emergencia. Durante os primeiros 15 minutos, seus olhos correm em todas as direcoes procurando qualquer fonte de luz. Eh cansativo demais. As vezes, voce tem a impressao de estar vendo coisas, igual aas pessoas que sentem coceira no peh depois de amputar a perna. Quem sofre de claustrofobia nao pode nem pensar em jantar nesse lugar.
Uma vez que seus olhos desistirem de enxergar, eh hora de usar as maos e os ouvidos para entender um pouco mais do ambiente ao seu redor. Quantas pessoas estao jantando ali naquele momento? Onde eh que voce estah sentado? Perto da parede? Do corredor? Onde estao os talheres (inuteis), a cesta de paes, o copo (cheio ou vazio?) e as garrafas de bebida?
Depois desse exercicio, eh hora de descobrir o que voce vai comer. As unicas opcoes que voce tem antes de entrar sao: carne, frango, peixe ou vegetariano. A partir dai, boa sorte. Eh mao no prato e nariz na comida (muitas vezes literalmente). Nao ver o que se come reduz draaaasticamente o apetite. Gula simplesmente nao existe num ambiente assim. Eu estava completamente satisfeito depois da salada.
Um dos aspectos mais interessantes do restaurante eh a companhia que voce leva para lah. Uma vez que nao ha necessidade de encenar e nao existem “silencios desconfortaveis”. Silencio eh silencio. Eh quase como se todo mundo sempre andasse de oculos escuros. Sem o olho no olho, tudo se torna mais leve. Talvez ateh verdadeiro. Tem que experimentar para ver.

Alem de estimular os sentidos, No Escuro eh tambem uma licao de humildade. Todos os funcionarios sao cegos. Essa inversao de papeis eh extremamente interessante. De repente, voce nao consegue andar do lobby do restaurante ateh a sua mesa sem o auxilio de uma pessoa que voce nunca julgou essencial na hora de se orientar. Eu adorei.

Nao sei se a segunda vez eh tao interessante quanto a primeira. Espero que ela seja um pouco mais prazeirosa, para que eu possa curtir mais a culinaria e os sentidos que eu uso tao raramente no dia-a-dia.

Fui.

A

6 comments:

Anonymous said...

adorei a intensidade da experiência. Minha mãe, a vó Izabel, que tem trabalhado como voluntária no Instituto de Cegos Padre Chico sempre relata coisas incríveis, mas não ter olhos , não ter a visão, saber se orientar e viver sem eles é,realmente,uma superação. bjk. mama

Andreas Toscano said...

Eu te levo lah, Mama.

Antonio Lino said...

saudades de vc!
a distância é uma escuridão tb, né?
beijo!
lino

Andreas Toscano said...

Sem duvida. Requer o uso dos outros sentidos.

Graziela said...

Tbm ja fui neste restaurante. Aqui se chama "O noir" e ele existe em alguns lugares do mundo. Simplesmente SENSACIONAL! A comida? Sei lá , um detalhe muito pequeno para a experiência de vida que é entrar num desses!

Anonymous said...

Vou comecar a comer no escuro... quem sabe nao fique satisfeita com a salada! :P Fora isso... Stanislavsky total!! haha Metodo... 5 sentidos. Nice! :)