Thursday, May 03, 2007

Meninos, eu vi.
I saw it.


Me disseram que a tradicao sovietica de beijar (ou saudar) companheiros na boca tinha sumido no mapa. Como boa ex-republica sovietica, reapareceu do nada. Ontem fui almocar e na mesa ao lado tinha 3 executivos de terno e gravata. La pelas tantas (vodkas) os tres levantam e trocam 2 selinhos cada.
Corcordo com quem diz que isso nao faz deles tecnicamente gays, mas devo dizer que tambem nao adiciona em nada aa masculinidade dos cidadaos. Ainda mais na casa dos 60 anos. Para demostrar afeto, acho que a bochecha esta de bom tamanho.

Beijos. Ops...

-----------------------------------------------------------------

Someone told me that the soviet tradition of kissing (or saluting if you will) comrades on the mouth had disappeared. Well, like all former soviet republics, it reappeared. Yesterday I went to a restaurant and at the table next to mine there were 3 businessmen in suits. After a while (and a couple of shots), they got up and exchanged 2 friendly kisses each.
I agree with people that say this doesn't make them technically gay men, but I must add that it doesn't add much to their masculinity as well. If you want to show you care about someone, a kiss on the cheek should be more than enough.

Kisses. Ooops...

6 comments:

Lu said...

Desculpe a invasao, mas achei seu blog sem querer no google... e resolvi ler algumas de suas curiosidades... estou adorando o que escreve. Algumas coisas sao no minimo engracadas. Abraco

Dona Minhoca said...

Mamãe sempre disse que se for sem língua não conta como beijo, huahuahauha.

aline said...

Eca! Na bochecha estaria sim de bom tamanho.
Se é tradição, não os faz gays, mas com certeza concordo que não contribui para a masculinidade deles.

Pati said...

eeeca!

Anonymous said...

tah bem, hein!? :)

Antonio Lino said...

carinho, gente... deixa os caras.
selinhos!