Sunday, August 14, 2005

Livro? Guia? Serah?


Sopinha light.
Originally uploaded by Andreas Toscano.
Essa semana estava conversando com a minha grande amiga Patricia Tunis e tivemos uma ideia: fazer um livro com as experiencias do blog. Na verdade, a ideia ateh jah existia, mas ela conhece os meios para fazer a coisa efetivamente acontecer.
Uma das coisas eh a legislacao (Lei de Incentivo aa Cultura), a outra eh a vontade (isso ela tem de sobra) de colaborar.
Uma das dicas dela foi fazer dos relatos um guia de Kiev para quem nao quer ficar apenas no Sight Seeing. Adorei a ideia. Portanto, daqui para frente, entre um post e outro, vou dar dicas de lugares legais (ou nao) da cidade. Sempre ilustrando o local com alguma historia que aconteceu lah. Para isso, vou retroceder no tempo e comecar com o restaurante de segunda-feira passada.

Segunda-feira, apos um dia extenuante de trabalho (estamos falando de aproximadamente 10 da noite), fui convidado por um amigo meu canadense para jantar num restaurante de comida Armena. Na verdade, nos tentamos ir nesse restaurante semana passada e nao conseguimos. Rodamos de metro, a peh e de taxi por quase duas horas para descobrir que existem duas ruas com o mesmo nome em Kiev. Otima noticia quando voce esta morrendo de fome aas 23h de um domingo. Bem, vamos ao que interessa.

O restaurante chama-se Sim Sim. A decoracao nao eh muito diferente da decoracao dos restaurantes Ucranianos. Em outras palavras, parece que voce voltou no tempo e esta comendo numa cabana. Tudo bem Kitsch, claro. Soh faltam anoes de jardim na entrada (em alguns lugares daqui nem isso falta). Lah, tudo eh muito bem preparado e apresentado. Eles esperam voce acabar um prato antes de trazer o outro e o atendimento eh excelente. Claro que ajuda falar russo, pois nao eh o tipico restaurante turistico, apesar de o menu ter explicacoes em ingles.

A cozinha Armena eh muito aromatica, mas nao muito saborosa. O que eh curioso porque os pratos tem um cheiro maravilhoso. Como estavamos lah a trabalho (Paul eh editor do jornal Kyiv Post), precisavamos comer um pouco de tudo. Pedimos sopa, pao, entradas, prato principal, churrasco e sal de fruta. Um problemao pois, assim como a cozinha Ucraniana, a fartura eh item de serie em qualquer prato. Essa sopa ai da foto deve ter tudo que um ser humano precisa para viver durante, pelo menos, uma semana. Ela foi suficiente para me deixar satisfeito, mas a maratona estava apenas comecando. Foi um desafio prazeroso para os sentidos e sofrido para as dimensoes do estomago. A garconete olhava para nos num misto de pena e admiracao. Ela sentia que estavamos gostando, mas que nao estava sendo facil empurrar tanta comida para dentro. Quando pedimos para embrulhar metade dos pratos principais (ainda tinha o churrasco) ela se mostrou quase aliviada.

Dentre os pratos tradicionais, estao alguns pratos que demoram mais de um dia para ficar pronto. Um deles voce precisa pedir com 2 dias (!) de antecedencia. Deve valer a pena. Estamos pensando em voltar lah, caso nossa consciencia permita. Resumindo, se voce esta com fome e disposicao de conhecer uma comida pouco usual, o Sim Sim eh uma otima alternativa.


Bjs

1 comment:

marcia said...

Em maio escrevi no seu blog: "v. vai sair daí escritor. Guarde todas estas mensagens que sairá um livro de viagens incrível"; portanto reinvindico a idéia de você fazer um livro com as experiência do blog.